RETRO GAMES BRASILConectar-se
Fórum somente no modo leitura. Acesse nosso novo fórum com servidor prórprio! Todos são bem vindos a nova casa: https://retrogamesbrasil.net/

Compartilhe

descriptionF1 2000 e a vez em que a EA Sports apostou na Fórmula 1 EmptyF1 2000 e a vez em que a EA Sports apostou na Fórmula 1

more_horiz
Hoje já estamos acostumados com um game novo da F1 chegando anualmente pelas mãos da Codemasters. Entretanto, no final dos anos 90, a licença pelo game não era exclusiva de uma desenvolvedora. Assim, Psygnosis (Formula 1 99), e a Video System (F1 World Grand Prix) eram algumas das produtoras que levavam carros, pistas e a temporada atual da Fórmula 1 para os videogames.

Mas naquela época, já existia a EA Sports, it’s in the game. E era bem mais onipresente do que hoje, pois, além de FIFA e Madden, a franquia era conhecida por seu NBA Live, a série NHL, e games da NASCAR. Com isso, decidiu, então, apostar na Fórmula 1, levando o seu selo para a competição.

F1 2000 e a vez em que a EA Sports apostou na Fórmula 1 283734899_84f51cb0-c527-469f-b469-1f036971e58b

Todo fã de Fórmula 1 já sabe que os games da categoria chegam apenas no segundo semestre. Isso acontece por aproveitar o retorno das férias de meio de ano da categoria, e também para poder aproveitar melhor os dados fornecidos pelas equipes. Como a Fórmula 1 é um esporte altamente tecnológico, e qualquer detalhe faz a diferença, as equipes divulgam certas informações apenas no momento certo.

Além disso, também é comum por este universo, os carros mudarem, mesmo que pouco, durante o ano. Há alguns ajustes aqui e ali que são autorizados. Assim, apenas do segundo semestre pra frente que temos os carros definitivos para as corridas que restam. E também vale lembrar dos pilotos (a até patrocinadores), que, vez ou outra, podem ser substituídos também.

F1 2000 e a vez em que a EA Sports apostou na Fórmula 1 Maxresdefault-12

Só como um exemplo, podemos citar a Force India. A escuderia faliu neste ano, e foi comprada por um grupo de investidores. Mas, de acordo com as regras da F1, a antiga Force India foi removida da competição, e a “nova equipe”, embora com os mesmos pilotos, começou do zero a competição.

Entretanto, em 2000, a EA quis lançar seu game no início da temporada, aproveitando a estreia da temporada, que aconteceu no GP da Austrália, em 12 de março daquele ano. Assim, norte-americanos (30 de março) e japoneses (6 de janeiro), tiveram acesso ao game. Curiosamente, os europeus, tradicionalmente mais próximos da F1, receberam o jogo apenas em junho.

Naquele ano, a F1 contou com estreias interessantes. A mítica Indianápolis, sede da famosa prova de 500 milhas, foi adaptada e misturava, na ocasião, partes mistas com a oval. E, também naquele ano, a Jaguar fazia sua estreia, após a Ford comprar a antiga equipe Stewart, equipando-os com seu motor Cosworth. A EA apostava tanto na Jaguar como um bom elemento de divulgação, que o carro verde aparece na capa junto a uma Ferrari.


Assim, o game foi lançado com ambas as novidades, oferecendo recursos bem interessantes para a época, como carros que podem estragar o motor, incluindo os adversários. Além de replays, que se tornaram obrigatórios após o sucesso de Gran Turismo.

O jogo oferecia os modos de campeonato, corrida rápida, um fim de semana completo de GP, grid customizado e time trial. Também contava com a comunicação visual oficial da F1 daqueles tempos. Entretanto, a vontade de lançar logo o título contou com problemas. Haviam vários problemas com a IA dos carros, não funcionando muito bem o sistema de quebra de motor ou “erros” dos pilotos.

Além disso, os controles não eram dos melhores, perdendo para rivais contemporâneos. Uma curiosa reclamação em um review da época, era a de que faltava uma música dentro do game. Hoje, é exatamente isso o que acontece nos games, oferecendo, um ou outro, a possibilidade de adicionar músicas, se o jogador assim desejar. Mas, no geral, é só o barulho do motor, mesmo.


Entretanto, o que é possível perceber, ao jogar o game, ainda mais nos dias de hoje, é que, assim como sempre aconteceu com filmes baseados em filmes, houve pressa no desenvolvimento. A intenção de lançar o game junto com o início da temporada obrigou o game a ser lançado sem o devido tratamento. Formula One 99, da recém-fundada SCE Studio Liverpool (antiga Psygnosis) foi lançado em outubro de 99.

Assim, o game da EA tinha os pilotos atualizados, e a nova pista de Indianápolis. Mas, para o gameplay, ainda era mais divertido jogar o game concorrente. Isso sem mencionar o F1 World Grand Prix, que além do sucesso no Nintendo 64, também contava com versões para Playstation, e Dreamcast.

Sabendo que o game poderia ser melhor, a EA, pegando embalo na sua série 2001, como o FIFA ou o NBA Live, aproveitou para corrigir vários problemas. A Visual Science, que faria sucesso anos mais tarde com Medal of Honor: Rising Sun, e o game do torneio de Quadribol de Harry Potter, corrigiu, de fato, várias questões, e “relançou” o game, desta vez dentro do cronograma tradicional de um game de F1.

Assim, no dia 30 de setembro (24 de novembro, para os europeus), chegou o F1 Championship Season 2000. O game também teria uma versão para o recém-lançado Playstation 2, além de PCs e o Game Boy Color. Tudo foi melhor trabalhado, mas ainda não estava tudo bem. Mas, sem problemas, afinal, a série conseguiu se manter por mais alguns anos.

Em 2001, EA Sports F1 2001 chegou com as óbvias melhorias e atualizações. E assim a série foi caminhando até 2002, com o último game oficial. Em 2002, a Sony adquiriu os direitos exclusivos sobre os games da Fórmula 1. E, em 2009, os direitos foram parar nas mãos da Codemasters, que iniciou a série tal qual conhecemos hoje.

A EA Sports dos anos 90 queria, de fato, apostar em vários segmentos. A Fórmula 1 seria uma das boas apostas do selo. Afinal, se trata de um esporte com um bom público, e melhorias eram percebidas nos jogos, ano a ano. Mas a Sony acabou pegando para si a exclusividade da marca e impossibilitou novos games por parte da EA.

Mas não podemos deixar de valorizar a contribuição da EA nos jogos de F1. A sua busca por uma boa representação de uma corrida, com elementos que ainda eram novos naquela época, como a ausência de música e pilotos IA que erravam como um piloto real, além de motores que estragavam, são elementos praticamente obrigatórios em muitos games de corrida atuais. O F1 2018, por exemplo, exige do jogador, no modo carreira, uma boa adminitração dos componentes do carro.

Fonte: Arkade

descriptionF1 2000 e a vez em que a EA Sports apostou na Fórmula 1 EmptyRe: F1 2000 e a vez em que a EA Sports apostou na Fórmula 1

more_horiz
Bom tópico. 
Eu era mais chegado em jogos de Formula 1 quando pequeno. 
Dessa nova geração de jogos da Codemasters, acho que eu cheguei a jogar o primeiro e só.

Dessa geração mais antiga de jogos, no começo dos anos 2000, o que eu mais me lembro de ter jogado foi o F1 Racing Championship no Nintendo 64, o qual saiu fisicamente para consoles NTSC somente no Brasil. Acho que isso mostra a força que a Formula 1 tem (ou tinha) no Brasil e que não é compatível com a situação da categoria nos EUA. Sobre o jogo, eu realmente não lembro muito dele, só lembro de jogá-lo com meu pai. Felizmente eu ainda o tenho completo na caixa com manual. Atualmente achar esse jogo nesse estado é extremamente difícil.

F1 2000 e a vez em que a EA Sports apostou na Fórmula 1 Xki6OSN

E olhando no Wikipedia, eu vi que ele também saiu durante o primeiro semestre do ano, igual este primeiro jogo da EA da Formula 1. Eu sinceramente acho que os jogos deveriam sair no começo das temporadas para aproveitar o entusiasmo das pessoas com o novo ano. Eu até entendo a questão de lançarem depois antigamente, quando os consoles não tinham conexão a internet e não dava para lançar patches para os jogos. 

Mas, isso não é o caso agora. Quase todos os jogos recebem patches no day 1 e eu não vejo motivo para que isso não pudesse acontecer ao longo da temporada da Formula 1 com o seu jogo daquele ano. Acho que as vendas poderiam aumentar sem que a qualidade do jogo diminuisse. Claro que em um primeiro momento a desenvolvedora teria que correr com o jogo para lançar meses antes do calendário normal, mas isso é uma questão de planejamento dela. Eu acho que poderia valer a pena.

descriptionF1 2000 e a vez em que a EA Sports apostou na Fórmula 1 EmptyRe: F1 2000 e a vez em que a EA Sports apostou na Fórmula 1

more_horiz
acho que nunca fui entusiasta de jogos de esporte, pouquissimos me marcaram ou me divertiram. acho que a questao dos licenciamentos encarecem e engessam tais jogos, apesar de também ser mto legal ver os nomes e marcas reais em jogos.

______________________ Assinatura ______________________

Intel Core i7-7700K Kaby Lake 4.2GHz (4.5GHz Max Turbo) Cache 8MB
GTX 1080 G1 GAMING 8GB GDDR5X 256BIT
Crucial Ballistix Sport 2x8GB DDR4 2666 Mhz
MSI B250 PCI MATE
SSD Kingston A400 240GB + HDD WD Blue WD10EZEX 1TB
WaterCooler CoolerMaster Seidon 120V 120mm
Cooler Master RS-850-SPM2 Silent Pro M2 850W

LIVE: NetoKosovo
PSN: my.playstation.com/netokosovo
STEAM: http://steamcommunity.com/id/netokosovo

descriptionF1 2000 e a vez em que a EA Sports apostou na Fórmula 1 EmptyRe: F1 2000 e a vez em que a EA Sports apostou na Fórmula 1

more_horiz
@Antonio Neto escreveu:
acho que nunca fui entusiasta de jogos de esporte, pouquissimos me marcaram ou me divertiram. acho que a questao dos licenciamentos encarecem e engessam tais jogos, apesar de também ser mto legal ver os nomes e marcas reais em jogos.


Acho que hoje em dia nāo teria mercado para um jogo que nāo use jogadores reais para os esportes mais famosos. Muita gente quer controlar o que vê na televisāo.

As pessoas falam do Allejo do ISS, mas nāo acho que comprariam um ISS sem jogadores e estádios reais. Tem uma perda de imersāo grande quando você controla um personagem que nāo existe em jogos de esportes.

A imersāo faz parte e é um fator extremamente importante tanto que as empresas tentam fazer os jogos mais próximos as transmissōes. Até mesmo na época desse Formula 1 do tópico, isso já acontecia. Imagina agora ...

descriptionF1 2000 e a vez em que a EA Sports apostou na Fórmula 1 EmptyRe: F1 2000 e a vez em que a EA Sports apostou na Fórmula 1

more_horiz
Nem sabia que a EA tinha lançado F1, o que eu lembro da EA de corridas de pista era uns Nascar. Boa historia essa.

descriptionF1 2000 e a vez em que a EA Sports apostou na Fórmula 1 EmptyRe: F1 2000 e a vez em que a EA Sports apostou na Fórmula 1

more_horiz
@Galdius escreveu:
@Antonio Neto escreveu:
acho que nunca fui entusiasta de jogos de esporte, pouquissimos me marcaram ou me divertiram. acho que a questao dos licenciamentos encarecem e engessam tais jogos, apesar de também ser mto legal ver os nomes e marcas reais em jogos.


Acho que hoje em dia nāo teria mercado para um jogo que nāo use jogadores reais para os esportes mais famosos. Muita gente quer controlar o que vê na televisāo.

As pessoas falam do Allejo do ISS, mas nāo acho que comprariam um ISS sem jogadores e estádios reais. Tem uma perda de imersāo grande quando você controla um personagem que nāo existe em jogos de esportes.

A imersāo faz parte e é um fator extremamente importante tanto que as empresas tentam fazer os jogos mais próximos as transmissōes. Até mesmo na época desse Formula 1 do tópico, isso já acontecia. Imagina agora ...
F1 2000 e a vez em que a EA Sports apostou na Fórmula 1 300px-Brasilteam
Fora que era mais fácil ter jogadores genéricos né Rindo

descriptionF1 2000 e a vez em que a EA Sports apostou na Fórmula 1 EmptyRe: F1 2000 e a vez em que a EA Sports apostou na Fórmula 1

more_horiz
@yon escreveu:
@Galdius escreveu:
@Antonio Neto escreveu:
acho que nunca fui entusiasta de jogos de esporte, pouquissimos me marcaram ou me divertiram. acho que a questao dos licenciamentos encarecem e engessam tais jogos, apesar de também ser mto legal ver os nomes e marcas reais em jogos.


Acho que hoje em dia nāo teria mercado para um jogo que nāo use jogadores reais para os esportes mais famosos. Muita gente quer controlar o que vê na televisāo.

As pessoas falam do Allejo do ISS, mas nāo acho que comprariam um ISS sem jogadores e estádios reais. Tem uma perda de imersāo grande quando você controla um personagem que nāo existe em jogos de esportes.

A imersāo faz parte e é um fator extremamente importante tanto que as empresas tentam fazer os jogos mais próximos as transmissōes. Até mesmo na época desse Formula 1 do tópico, isso já acontecia. Imagina agora ...
F1 2000 e a vez em que a EA Sports apostou na Fórmula 1 300px-Brasilteam
Fora que era mais fácil ter jogadores genéricos né Rindo

Com certeza hahahaha
O pior é você ligar o ISS e ele não ter envelhecido mal.
O ISS Deluxe é uma delícia de jogar.
O ISS 2000 do N64 mostra uma evolução gigantesca na franquia comparado com o primeiro que saiu pro mesmo console.

descriptionF1 2000 e a vez em que a EA Sports apostou na Fórmula 1 EmptyRe: F1 2000 e a vez em que a EA Sports apostou na Fórmula 1

more_horiz
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum